Princípios do Taoísmo, Confucionismo e do Budismo Zen

O Feng Shui é anterior a qualquer sistema religioso, mas desenvolveu-se entrelaçado com uma das principais correntes de pensamento chinês, o Taoísmo, uma escola filosófica baseada na observação da natureza e na busca da realização humana do “caminho perfeito”, o Tao.  O taoísmo e o confucionismo representam duas perspectivas opostas diante da vida; a primeira, naturalista, busca a selva, busca escapar da sociedade humana, busca o retiro nas montanhas, a vida simples e despreocupada, e a segunda, humanista, busca o paraíso, sendo representada pelo homem virtuoso que se volta à sociedade humana e tenta aprimorá-la. O Tao não é visto como uma entidade, ele é o o fundamento da própria criação universal, o que explica muito a abordagem cuidadosa e reverente apresentada pelo Feng Shui com relação à paisagem e seus elementos.

Princípios que fundamentam a conduta do sábio taoísta, que são os mesmos utilizados por um mestre em Feng Shui:

  1. Reflexão serena;
  2. Passividade dinâmica;
  3. Capacidade de contornaar os obstáculos;
  4. Integração à natureza;
  5. Compreensão do fluxo natural das coisas;
  6. Impessoalidade;
  7. Simplicidade;
  8. Silêncio e
  9. Bom humor sereno e inabalável.

Aceitar a vida como ela se apresenta, sem questionamentos, sem desejar que fosse diferente; estudar a ordem natural das coisas, trabalhar a favor dela e não contra, captar a essência do momento e sua mensagem intrínseca; os princípios da não resistência (ou da não interferência) e a busca da mensagem intrínseca da natureza (a vocação da paisagem) também fundamentam a proposta do Feng Shui.

c34608ac76f43fa6336496e6fd441dfa

Quatro virtudes básicas, fundamento do pensamento confucionista:

  1. Jen: empatia que permite ao indivíduo identificar-se com os problemas e alegrias alheios, como se fossem seus próprios;
  2. Yi: senso de justiça, responsabilidade e dever para com os outros;
  3. Li: expressão ritualista do amor e obrigação que nos une aos outros;
  4. Chih: sabedoria que orienta a realização humana fazendo com que conheçam os desejos interiores do coração, a vontade do Céu.

O confucionsmo influencia diretamente o Feng Shui por intermédio do Sistema dos Oito Diagramas, que fundamentam o I Ching, um dos livros clássicos utilizados por esta linha de pensamento.

86fea0a37fcfcb8aedfbb85928b8cb42

Já o Budismo Zen sofreu influências do antigo Taoísmo e do Budismo Indiano, e segue cinco preceitos adaptados à nossa época pelo monge budista Thich Nhat Hanh:

  1. Reverência pela vida;
  2. Generosidade;
  3. Desaprovação do envolvimento sexual sem afeto e compromisso, pelos sofrimentos causados pela conduta sexual irresponsável;
  4. Compromisso de falar sinceramente e escutar profundamente;
  5. Ingerir somente substâncias saudáveis (significa um comprometimento de cultivar uma boa saúde física e mental;

O budismo dá grande importância à motivação correta, qualquer objetivo pessoal é considerado impermanente.

7c520907b461ca0b435500a373517128

*Trechos retirados do livro Feng Shui Kan Yu – Arquitetura Ambiental Chinesa, de Carlos Solano.
Anúncios

Lei da Ressonância, Lei da Troca e Lei da Harmonia

Uma das leis básicas do Feng Shui é a lei da ressonância, da troca e da harmonia.

Primeiramente, tudo ressoa em tudo, atraímos pessoas e situações que estão afinados com a qualidade de nossos pensamentos. Da mesma maneira, qualquer intervenção na paisagem afeta a vida do ser humano,  psíquica ou fisicamente. A lei da troca refere-se sobre a dualidade de todas as coisas, que estão constantemente mudando e se transformando através de aspectos complementares do Yin Yang. E a lei da harmonia, onde uma qualidade ou intenção, que potencializada em energia de forma, pode reconfigurar um ambiente.

176f5970af851014633929732c30d827

A energia do imóvel e a nossa

Como todas as coisas do planeta, cada pessoa possui uma energia que vibra; se as vemos, é porque elas estão vibrando em uma frequência específica. Assim também são as casas e todos os imóveis. Quando escolhemos um lugar para morar ou trabalhar, é porque nos identificamos com a energia do lugar e assim nos sentimos afinados com ele. O que ocorre muitas vezes, é que ficamos inquietos, incomodados, querendo mudar tudo de lugar o tempo todo, e nada parece nos satisfazer apesar de ter nos agradado antes ou de estar aparentemente harmônico… pode ser que sua energia pessoal tenha mudado e que a energia de onde você mora/ trabalha não esteja mais sendo compatível com a sua, ou não esteja mais lhe nutrindo. Então seria interessante você procurar um lugar que seja no mínimo compatível com a sua energia. Ela pode ter a energia melhor que a sua, e se for assim, será um lugar onde você vai gostar muito de ficar, pois o lugar irá lhe nutrir, mas se esta possuir energia mais baixa que a sua, você estará perdendo energia para o meio em que habita. Nada de mistério… pura física quântica… dessa maneira, você irá se sentir desmotivado, apático, sem muita vontade de voltar para este lugar, e quando voltar não irá querer permanecer muito.

Mas como saber se a energia do lugar está compatível com a sua? Usando um gráfico radiestésico que se chama Biôetro de Bovis (saiba mais aqui -> https://fengshuilondrina.wordpress.com/2013/04/24/graficos-radiestesicos-biometro-de-bovis/ ). Não se trata de um gráfico como estamos acostumados a ver, é na verdade um medidor de energias sutis, onde nele se encontram várias medidas em Angstrons, uma unidade de medida usada na física, e através do pêndulo – aparelho radiestésico de um objeto amarrado em um suporte (eu utilizo um de madeira que pendula por uma corda de tecido, mas existem pêndulos de cristal, de metal, com cordas metálicas ou outras). Assim, é possível medir os angstrons que a pessoa está emanando naquele momento e também do imóvel em vista, que deve ser escolhido se sua energia for igual ou superior à da pessoa que lá irá passar seu tempo! Um fato muito curioso é que as pessoas e os lugares com as mesmas vibrações energéticas se atraem; como as pessoas que mudam de casa várias vezes mas como a energia delas está igual antes, a casa nova tem o mesmo “jeitinho” da antiga!

924826c38698977a4f7a9633317fd3cb

(The Crooked House – Spot, Polônia).

Luxor / Barra Atlante

A forma de Luxor tem origem egípcia, foi encontrada inscrita sobre um anel feito de quartzo negro, descoberto ao final do século XVIIII.

Este gráfico possui a propriedade de neutralizar focos telúricos (energias que vem do solo) detectados nos ambientes. É recomendado o uso deste gráfico em metal (geralmente cobre). O gráfico feito em PVC deve ser friccionado com um pano seco para que saiam as energias impregnadas, de 7 em 7 dias.

O maior problema dos pontos nocivos é estar em locais em que permanecemos mais de 2h, como por exemplo nossa cama (passamos por volta de um terço de nossa vida dormindo) ou cadeira de trabalho, onde passamos a maior parte do dia. Fora isso eles também incomodam quando colocamos algumas coisas em cima deles como tv de tubo (ótima para espalhar a nocividade do ponto para o ambiente todo…), fruteira, lareira, fogão, gás, geladeira, etc… pois essas coisas tem maior probabilidade de apodrecer, estragar, quebrar, parar de funcionar, enfim… são pontos que devemos evitar.

Este gráfico deve ser norteado (esfera preta voltada para o Norte e a branca para o Sul) caso não for usado alinhado no sentido Norte / Sul.

Luxor

 

 

 

 

 

Luxor em PDF -> imprima, cole em alguma superfície mais grossa, pode ser um papelão (como capa de caderno), PVC, lâmina de madeira, etc… depois cole um papel contact por cima ou plastifique para não sujar com o manuseio e uso constante, e bom proveito!  =]

Entrevista para o Jornal de Londrina em 29/09/14

Entrevista JL

As maravilhas do sal grosso na harmonização dos ambientes!

As pessoas dizem que o sal grosso neutraliza ambientes pesados, mas vocês sabem sabem por quê??

O sal em química é assim: NaCl, a junção do Cl (cloro) com o Na (sódio). No átomo de cloro tem um ânion (-), que é a partícula negativa, e no átomo de sódio tem o cátion (+), que é a partícula positiva. Então o positivo se liga ao negativo para formar uma molécula em equilíbrio.

Quando o sal entra em contato com a água, os átomos de Na e de Cl tendem a se separar para reagir com a água (H20). Nesse processo, naturalmente encontramos também a possibilidade de partículas negativas do ambiente, de pessoas ou de objetos serem atraídas magneticamente para a parte do Na+ (sódio), ao passo que partículas carregadas positivamente serão atraídas para a parte do Cl- (cloro). O sal grosso não descarrega as energias positivas, simplesmente transmuta as negativas e proporciona equilíbrio de energias.

O sal grosso também é um cristal, e por esse motivo ele emite ondas eletromagnéticas, que tem o mesmo cumprimento de onda da cor violeta (que neutraliza os campos eletromagnéticos negativos).

A solução de água e sal também é capaz de puxar os íons positivos (partículas de energia elétrica da atmosfera), acontecendo assim o reequilíbrio da energia dos ambientes. Isso ocorre muito em locais fechados, escuros, ou antes de uma tempestade.

As energias densas costumam se concentrar nos cantos da casa, por isso, são os melhores locais para deixar o sal. Se for usar o copo com sal, troque-o uma vez por semana; se for usar o copo com sal e água, troque-o quando começar a formar bolhas.

Dica de limpeza grossa-> uma vez por mês lave o chão do imóvel com uma mistura de água com sal. Coloque num balde de 10 litros água comum e uma colher de sal. Acrescente uma tampa de anil liquido e uma colher de sopa de alfazema. Passe um pano no chão mergulhado nesta mistura do fundo do imóvel para frente. Termine na porta de entrada. Isto irá eliminar as más energias e deixará os ambientes mais calmos.

2

Memória das paredes

“Os mestres ensinam que todos os objetos físicos são passíveis de impregnação de “memória”, pois tudo é permeado pelo mesmo campo da matéria, pela mesma rede de informação vital. Os acontecimentos da vida diária na casa, bem como os pensamentos e sentimentos relacionados, se estabelecem entre suas paredes – especialmente os mais intensos – e essa memória, conforme os usos futuros dos lugares, pode ser reativada pela ressonância com as antigas condições. Sugere-se pesquisar a história da casa (ou de um objeto antigo) antes de adquiri- la. E é sempre recomendada uma “limpeza psíquica” do ambiente ou objeto já usado.” [Carlos Solano – Feng Shui Kan Yu]

O motivo não é místico, é geológico. O cimento e os tijolos ­ matérias-primas mais usadas na construção de paredes ­ são formados de micro-sais e minerais que absorvem as vibrações emitidas naquele ambiente, formando um campo de ondas eletromagnéticas. É o mesmo processo pelo qual o cristal de quartzo é programado e faz funcionar os relógios”, explica o geólogo Marcos Alves de Almeida, mestre do Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo. “Granito, mármore e metais também são materiais propícios ao armazenamento de energias mais densas, e esse potencial aumenta quando os locais não recebem ventilação, luz e calor do sol.

Os campos eletromagnéticos estão em toda parte. Eles formam uma espécie de teia invisível composta da mistura de vários tipos de energia. “Há vibrações telúricas (que vêm da terra), emitidas por fendas no subsolo, fossas e veios d’água. Elas podem ser detectadas e medidas por meio da radiestesia. Existe também a energia emitida por íons positivos e negativos, isto é, pelas partículas elétricas da atmosfera. Quando há alta concentração de íons positivos, antes de uma chuva forte, por exemplo, a atmosfera fica carregada, provocando reações como irritabilidade, tensão e cansaço.

Da mesma forma, locais escuros, úmidos e mofados também concentram íons positivos”, explica o radiestesista espanhol Juan Ribaut, que há trinta anos trabalha com reconhecimento de energias e purificação de ambientes. A força do pensamento e as emoções emitem ondas muito sutis, não menos intensas. Por isso, praguejar, xingar, viver num clima de discussões, manter idéias e julgamentos negativos influem, e muito, na harmonia da casa. “O pensamento é uma energia que começa a ser processada no cérebro, responsável pelas reações bioquímicas do organismo. Quando positivo e amoroso, desencadeia a produção de encefalina, neurotransmissor capaz de fortalecer o sistema imunológico. Emoções como raiva e ódio têm efeito contrário, prejudicam fígado e pâncreas e, em conseqüência, todo o organismo. Se emitimos pensamentos negativos com freqüência, eles se transformam em formas-pensamento, emoções fortes concentradas que ganham vida”, explica o radiestesista, que alerta: “Quem pragueja, inveja e quer o mal do outro é o primeiro e mais afetado por essas vibrações”. Não é qualquer emoção que fica impregnada nas paredes, porém a repetição de comportamentos que envolvem agressividade, ódio, inveja e raiva são os mais nefastos e permanecem longo tempo no ambiente.

As paredes devem ser tão bem cuidadas quanto nosso corpo. “Na teoria chinesa do Feng Shui, elas estão para a casa assim como a pele está para o corpo. Muros e paredes externas também merecem bom trato e é aconselhável evitar que fiquem completamente cobertos por hera, pois isso impede que a casa respire.   [Mariângela Pagano]

13380985_o7O59